Adoção – adulto ou filhote?

19 janeiro 2012, 16:56. Postado por Resgatinhos

Essa é uma decisão muito importante que precisamos tomar quando vamos adotar um gato. E agora, o que é melhor?

Todo mundo quer um filhote, e sim, filhotes são muito fofos! Mas, muitos gatos lindos e adultos também precisam de um lar. É difícil resistir a um filhote fofinho, mas pense que eles são muito mais facilmente doados, e se um dos motivos que o levou a optar pela adoção é realmente salvar uma vida, ao escolher o seu novo gato lembre-se que o filhote de hoje é o adulto de amanhã.

 

 

 

 

É comum mamães amorosas e dedicadas verem seus filhotes serem adotados um a um, enquanto elas continuam esperando um lar pra sempre.

Considere os seguintes pontos:

  • Filhotes são filhotes apenas por um curto período de tempo.
  • Gatos adultos não exigem supervisão constante – filhotes sim. Eles são ligados na tomada 220V! Por isso não recomendamos a adoção de filhotes se você passa o dia todo fora de casa.
  • Gatos adultos não fazem corrida de Fórmula 1 no meio da noite.
  • Filhotes podem ser bastante destrutivos: derrubam plantas, roem fios, escalam as cortinas, escalam suas pernas.
  • Gatos adultos já têm um sistema imunológico fortalecido, ao passo que o de um filhote é frágil e ele é muito mais suscetível a vírus e parasitas.
  • Não assuma que um filhote irá viver mais do que um adulto. Não temos como saber qual será o tempo de vida de um gato. O filhote que você escolheu pode viver somente 5 ou 6 anos, ao passo que o adulto já com cinco anos de idade pode viver até os 20.
  • Nós não moldamos a personalidade de um filhote. A personalidade de cada gato é única, e se estabelece por volta dos 12 meses de idade, então ao adotar um gato adulto, o que você está vendo é o que você vai levar pra casa.
  • Gatos adultos são mais acomodados, muitas vezes mais afetuosos e gostam mais de colo. Filhotes são muito impacientes e agitados pra querer ficar no colo.
  • Gatos adultos têm MUITO amor pra dar!
  • Adotar um gato adulto é uma ótima maneira de ensinar os seus filhos sobre compaixão e generosidade.
  • Não existe nada melhor do que o ronronar de gratidão de um gato maduro, feliz por saber que é amado e nunca mais será abandonado.

gatos adultos tb são amorosos e gostam de carinho

PERSONALIDADE

Todos os filhotes são fofos e brincalhões. No entanto, eles permanecem pequenos por um curto período de tempo, e a medida que amadurecem sua real personalidade emerge. É impossível prever como será a personalidade adulta desse gato filhote. Um gato nasce com uma certa personalidade, e é isso aí, não existe essa história de moldar a personalidade de um filhote. Podemos sim trabalhar para que o gatinho seja socializado e se sinta confortável na presença de humanos, visitas, etc, mas gatinhos brincalhões podem crescer e se transformar em gatos tímidos, não importa o quão bem tenham sido tratados. Gatinhos super sociáveis podem se tornar ermitões, ou gatos mais quietos. O filhote que adorava dormir no seu colo pode se tornar um gato adulto que não gosta de ser carregado.

Se você faz questão de um gato com uma personalidade específica, recomendamos fortemente que considere a adoção de um filhotão (entre 10-12 meses de idade) ou um gato adulto. Dessa forma, você sabe exatamente que tipo de gato está levando pra casa, e pode selecionar o que mais se encaixa no que você e sua família esperam. Lembre-se que esse é o gato que fará parte da sua família pelos próximos 15-20 anos, e não aquele filhote que era tão fofinho!

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Luna filhota, ratinha de olhos azuis

Luna filhota, ratinha de olhos azuis

Luna adulta, pantera de olhos amarelos

Assim como não podemos prever como será a personalidade de um filhote, a sua exata aparência quando adulto também pode surpreender. Filhotes com olhos azuis se tornam adultos com olhos amarelos, verdes ou castanhos. Filhotes mirradinhos crescem e se tornam gatões, e filhotes grandes podem crescer pouco e se tornar adultos pequenos. Gatinhos com pelo curto podem crescer e apresentar lindos rabos de espanador, e gatinhos peludos com o passar dos meses desenvolvem uma pelagem mais curta. O pelo daquele ‘sialatinha’ clarinho vai escurecer com o passar dos anos. Mais uma vez, se você faz questão de um tipo físico específico, sugerimos que adote um gato adulto que já amadureceu fisicamente.

CRIANÇAS PEQUENAS E IDOSOS

As vítimas mais comuns de mordidas e arranhões são as crianças. Não importa o quão bem comportadas sejam, crianças pequenas não percebem o grau de fragilidade de um filhote, e nem sempre sabem lidar com um animal tão pequeno. Brinquedos e outros objetos são derrubados sem querer e podem cair sobre o filhote, e é fácil pisar em um gatinho pequeno. Portanto, para proteção tanto do gatinho quanto da criança, de modo geral não recomendamos a adoção de filhotes com menos de 6 meses para famílias com crianças até 5 anos. Recomendamos sim a adoção de um gato adulto, pelos motivos já expostos acima: você sabe exatamente que tipo de gato está levando para casa, inclusive se é um gato que gosta de crianças.

Pessoas idosas também devem ser levadas em consideração. Elas têm uma pele mais fina e frágil, que se rompe mais facilmente e leva mais tempo para cicatrizar, e podem sofrer um arranhão feio causado por um filhote afoito querendo escalar. Além disso, as chances de um tombo causado por um gatinho correndo entre os pés também representa um grande perigo.

Independente da sua decisão, adulto ou filhote, o importante é estar ciente de que você está levando para casa um ser vivo e senciente. Ele vai fazer bagunça, vai estragar coisas, vai arranhar seu sofá, mas também vai te dar todo o amor do mundo. E você será responsável por ele pelos muitos e muitos anos que virão.

Fique à vontade para compartilhar os nossos textos, mas se for reproduzi-los em sua totalidade ou mesmo em parte, por favor mencione a fonte e coloque o link de redirecionamento.